Archive for the ‘Reino Unido’ Category

The Italian Job / Um Golpe à Italiana (1969)

setembro 25, 2008

Para variar, esse filme (o original) é muito superior a refilmagem, sendo mais bem feito, divertido, emocionante e contando com uma trilha sonora mais marcante. Por isso, Um Golpe à Italiana é muito melhor do que Uma Saída de Mestre.

Ai é que eu digo: “sou muito mais Caine, do que Wahlberg e Theron juntos”. O ator britânico e os outros personagens do original, que tentam um arrojado golpe na cidade italiana de Torino (Turim, em português), são mais sofisticados e interessantes. Em geral, dão mais personalidade ao filme original.

Um Golpe à Italiana é imperdível!

Anúncios

Chariots of Fire / Carruagens de Fogo (1981)

setembro 3, 2008

Sinceramente, não achei Carruagens de Fogo grande coisa não. A história não é ruim (realmente até aconteceu), mas também não chega a ser marcante. Tanto que o ponto forte da obra é a música-tema, que se tornou, com o passar dos anos, muito mais importante do que a própria película. Coloco isso, pelo motivo da canção, quando escutada, dificilmente remeter ao filme.

Para quem não tem idéia do que eu estou falando. Geralmente, se ouve essa melodia em abertura de jogos esportivos, mais especificamente, tornou-se o hino dos maratonistas.

Vamos… force um pouco a sua memória! Nos jogos internos do seu antigo colégio, certa vez, quando algum aluno exemplar foi acender a tocha (simbólia, é claro), essa música deve ter tocado.

Bem, de qualquer maneira, o nome da música:

“Chariots of Fire” – Vangelis

Se eu recomendo o filme, é quase que só por causa da trilha-sonora desse compositor grego.

Sense and Sensibility / Razão e Sensibilidade (1995)

agosto 22, 2008

Jane Austen foi uma importante escritora do final do século XVIII e começo do XIX. Suas obras foram diversas vezes adaptadas para o cinema (Emma, 1996; Orgulho e Preconceito, 2005).

Um de seus mais importantes livros, Razão e Sensibilidade,  teve várias versões. A mais conhecida data de 1995, com direção de Ang Lee e roterio de Emma Thompson. A produção foi indicada a 6 Oscars, ganhando na categoria de Melhor Roterio Adaptado (curiosamente, isso fez Emma Thompson ser a primeira mulher a ter tanto o Oscar de Melhor Atriz [Retorno a Howards End, 1992], como o de Melhor Roteiro Adaptado). Prêmio merecido, pois ao longo das 2 horas e 15 minutos de filme, através de uma forma “leve” pela qual a história é contada, o telespectador não se cansa por um só instante.

A história de Razão e Sensibilidade contrasta duas irmãns. A primeira, Elinor (Emma Thompson), espelha a “razão”, demonstrando-se forte e prática para com os seus sentimentos. Pelo lado oposto, Marianne (Kate Winslet), é sensível e frágil. As duas vão acabar por se apaixonar. Todavia, a forma como vão lidar com isso e o resultado final será de contornos diferente para ambos os lados.

O elenco ainda inclui Hugh Grant (por quem Thompson se apaixona), Alan Rickman e Hugh Laurie (o cara da série “House”). Todos com atuações muito boas.

The Bridge On The River Kwai / A Ponte do Rio Kwai (1957)

agosto 9, 2008

A música principal desse filme é muito conhecida! Se você ouvir, vai imediatamente se lembrar! Sabe aquela marcha militar em que os soldados ficam assobiando? Acho que era até o tema de fundo da “Ponte do Rio que cai”, quadro antigo do Domingão do Faustão. Se lembrou? Bem, seja qual for a resposta,  para quem tiver interesse em procurar, a música chama-se “The River Kwai March” e foi gravada por Mitch Miller.

Mas A Ponte do Rio Kwai não se resume a isso, pelo contrário, é uma ótima obra sobre a Segunda Guerra Mundial (Oscar de Melhor Filme). Quem encontra-se na direção é ninguém menos que David Lean (Oscar de Melhor Diretor), que esteve a frente de trabalhos como Dr. Jivago e Lawrence das Arábias.

A história é a seguinte. Preso em um campo de prisioneiros japonês, junto com seus soldados, o Coronel Nicholson (Alec Guinness, Oscar de Melhor Ator, ótima atuação!) quer construir uma ponte para demonstrar a superioridade britânica. Porém, depois de fugir do campo, um soldado americano (William Holden) tem a missão de voltar, junto com um comando britânico, e destruir a construção, antes que essa seja finalizada e comece ser utilizada pelo exército nipônico.

Imperdível. Vá logo procurar assistir!